sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

SANTA BÁRBARA



Santa Bárbara nasceu provavelmente em Nicomédia, na Ásia Menor, pertencendo a uma família de certa posição social. Às escondidas dos pais, fanáticos pagãos, conseguiu instruir-se na religião cristã. O pai descobriu sua condição de cristã, ficou furioso e seu amor paterno transformou-se em ódio desumano. Ameaçou-a com torturas e, finalmente, denunciou-a ao prefeito da província, Martiniano.


Bárbara suportou o processo com firmeza e altivez cristã. O juiz, vendo a obstinação da jovem cristã em professar a fé, mandou aplicar-lhe cruéis torturas, mas suas feridas sempre apareciam curadas. Pronunciou, então, sua sentença de morte.

O próprio pai, Dióscoro, furioso em seu cego paganismo, decepcionado em seus interesses, num excesso de barbárie, prontificou-se para executar a sentença: atirou-se contra a filha, que se colocou de joelhos em atitude de oração, e decepou-lhe a cabeça. Logo após ter praticado seu hediondo crime, desencadeou-se uma formidável tempestade e o pai, atingido por um raio, caiu morto.Oração a Santa Bárbara




Santa Bárbara,

que sois mais forte que as torres das fortalezas

e a violência dos furacões,

fazei que os raios não me atinjam,

os trovões não me assustem

e o troar dos canhões não me abalem a coragem e a bravura.



Ficai sempre ao meu lado para que possa enfrentar

de fronte erguida e rosto sereno todas as tempestades

e batalhas de minha vida, para que, vencedor de todas as lutas,

com a consciência do dever cumprido, possa agradecer a vós,

minha protetora, e render graças a Deus,

criador do céu, da terra e da natureza:

este Deus que tem poder de dominar o furor das tempestades

e abrandar a crueldade das guerras.



Santa Bárbara, rogai por nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário